Ibram promove debate sobre combate à mineração ilegal e crimes relacionados

Publicado em

 

O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) promoveu nesta quarta-feira (5) um debate para tratar da “Melhoria nos processos de controle à luz da Resolução ANM 129/23”. A resolução estabelece regras para combater a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo e da proliferação de armas de destruição em massa pela comercialização de diamantes, pedras coradas, ouro e prata.

O evento foi realizado em parceria com a Deloitte, com apoio da Agência Nacional de Mineração (ANM). O debate abordou a expectativa e os desafios dos reguladores do setor de mineração na fiscalização do programa de prevenção à lavagem de dinheiro e processo de exportação, principalmente de pedras e metais preciosos, e contou com a presença de autoridades do setor, especialistas e profissionais da indústria mineral.

O diretor-presidente do Ibram, Raul Jungmann, destacou que o combate à ilegalidade na comercialização, principalmente do ouro, é uma preocupação do setor mineral. Ele lembrou que o Instituto trabalha em parceria com instituições como o Banco Central, a Receita Federal, a Polícia Federal, CVM, ANM, Instituto Escolhas, Universidade Federal de São Paulo (USP), para coibir esse tipo de crime.

“Estas ações são extremamente importantes para o combate à desflorestação e à destruição dos rios, à lavagem de dinheiro e do crime organizado, e para promover a preservação das populações indígenas”, avaliou.

A sócia líder da indústria de mineração da Deloitte, Patrícia Muricy, reforçou que para mudar a imagem da mineração globalmente é muito importante que todos atuem no combate à mineração não legalizada. “Os controles servem para separar quem está trabalhando de uma maneira séria de quem não está legalizado e não cumpre as normas. Isso é importante para a cadeia na totalidade”, disse a gestora.

Já o diretor da ANM, Tasso Mendonça, abordou as dificuldades de estrutura da Agência para o desenvolvimento desta fiscalização e a importância do seu fortalecimento: “A gente nunca vai conseguir impedir que essas atividades ilegais ocorram. Não temos estrutura para este combate 24 horas por dia. O que eu tenho a declarar por parte da ANM é que continuamos com os nossos esforços, principalmente na integração de sistemas, mesmo que declaratórios. É importante que as pessoas declarem e registrem a cadeia, desde onde ocorre a mineração e o garimpo, até a comercialização do produto”.

Participantes do debate do Ibram

Também participaram do evento o diretor de Sustentabilidade do Ibram, Julio Nery, o diretor-adjunto do Departamento de Supervisão de Conduta (DECON) do Banco Central do Brasil, Antonio Juan Ferreiro Cunha; a coordenadora-geral de Fiscalização e Regulação do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), Flávia Carneiro; o head do Setor de geologia Forense da Polícia federal, Erich Adam Moreira Lima; o superintendente da ANM, Yuri Faria Pontual de Moraes; a sócia de Consultoria Tributária da Deloitte, Monique de Almeida; e a sócia de Financial Advisory, Maíra Martella.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...