BR-381: governo diz já haver seis empresas interessadas em participar do próximo leilão de concessão da rodovia

Publicado em

 

Seis grupos sinalizaram ao Ministério dos Transportes que estudam participar do leilão da BR-381 para a concessão do trecho entre Governador Valadares e Belo Horizonte. A informação foi dada à CNN Brasil ao número 2 da pasta, George Santoro. Porém, o Executivo ainda não especificou quais seriam as empresas interessadas.

Após sucessivos fracassos na tentativa de privatizar a chamada “Rodovia da Morte”, o cenário mudou depois de o Governo Federal fatiar os lotes e assumir a execução da obra no perímetro mais crítico, entre Caeté e a capital, num trecho de 31 km. As obras entre os kms 427 e 458,4 da rodovia serão executadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O trecho é tido como um gargalo para a concessão da rodovia, por conta dos riscos geológicos envolvidos e a necessidade de reassentar cerca de duas mil famílias que vivem às margens da estrada (saiba mais).

A rodovia é considerada estratégica para a indústria mineral do estado, pois liga a capital e as regiões minerárias entre si, sendo vetor de escoamento da operação de grandes empresas da mineração e siderugia.

Leilão da BR-381 tem histórico de facassos

Esta será a quarta tentativa do Governo Federal de privatizar o trecho entre Belo Horizonte e Governador Valadares, sendo a segunda do atual governo. Nas mais recentes, em fevereiro de 2022, o governo Bolsonaro suspendeu o leilão dias antes da data marcada ao perceber que não haveria interessados. Já em novembro do ano passado, a gestão atual chegou a realizar o evento, mas não teve propostas.

“Vamos leiloar um ativo melhorado, em que o governo assumiu parte dos riscos. Estamos apresentando um projeto mais rentável ao mercado e que vai melhorar a vida das pessoas naquela região”, disse Santoro à CNN.

Dos cerca de R$ 9 bilhões previstos para o trecho de 304 quilômetros da rodovia, R$ 5,5 bilhões serão destinados a novas obras e outros R$ 3,7 bilhões para serviços operacionais.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...