BR-381: Movimento Pró-Vidas solicita apoio para reassentamento digno de famílias afetadas por duplicação

Publicado em

 

Após a publicação do edital de licitação das obras de duplicação do trecho entre Ravena e Caeté (lote 8A) na BR-381, no início deste mês, a expectativa passou para a publicação do edital do trecho mais crítico, entre Belo Horizonte e o Anel Rodoviário, até a entrada da Avenida Cristiano Machado, na capital. A previsão do Ministério dos Transportes é de que esse edital seja lançado ainda em 2024. Ambos os trechos terão obras sob responsabilidade do Governo Federal, sendo que o segundo lote (8B), é considerado o mais crítico por envolver a necessidade de reassentamento de cerca de 2 mil famílias que vivem às margens da rodovia.

Por conta da demanada, o Movimento Pró-Vidas anunciou que irá realizar uma mobilização com os municípios envolvidos para garantir o reassentamento digno dessas famílias. A entidade informou ter se reunido recentemente como o Juiz Federal Cláudio Pina, responsável pelas desapropriações e reassentamentos, e com o representante do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Leandro Muniz, para debater o tema.

O Pró-Vidas manterá contato com o Programa Judicial de Conciliação para Remoção e Reassentamento Humanizados de Famílias do Anel Rodoviário e BR – 381 – Concilia. O programa é uma iniciativa da Justiça Federal e do DNIT, em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), Defensoria Pública da União (DPU), Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel) e Comunidade de Moradores de Áreas de Risco (CMAR).

De acordo com o Movimento, foram protocoladas solicitações de apoio a 26 Prefeitos, 26 Presidentes de Câmaras Municipais, 15 entidades empresariais, ao Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística de Minas Gerais (Setcemg) e ao Sindicato Metabase de Itabira, em especial às prefeituras de Sabará, Santa Luzia e Belo Horizonte, municípios onde as famílias a serem realocadas estão concentradas.

Ainda de acordo com o Movimento Pró-Vidas, a entidade aguarda respostas à solicitações de audiências com os prefeitos Fuad Noman, de Belo Horizonte, e Luiz Sérgio, de Santa Luzia, para que manifestem o apoio na agilização das desapropriações e reassentamentos. O movimento, do qual já faz parte o prefeito de Sabará, Wander Borges, ratifica que está ciente das responsabilidades e atribuições de cada ente e que a intenção é mobilizar apoio ao DNIT no cumprimento da tarefa.

O Movimento ainda anunciou a formação de uma Comitiva liderada por Wander Borges e pelo prefeito de Nova União e presidente da Associação dos Municípios do Médio Piracicaba (Ampei), Ailton Guimarães. “A agilização das desapropriações e reassentamentos nas margens da BR 381, na saída da capital, resolverá dois problemas de caráter humanitário: proporcionar condições dignas e seguras para as famílias residentes na área e melhorar a fluidez do tráfego, especialmente beneficiando pacientes em ambulâncias e ônibus que transportam pessoas para exames e internações na capital”, diz o presidente da Amepi.

“Sabemos que os custos das desapropriações e reassentamentos não são responsabilidade das prefeituras de Belo Horizonte, Sabará e Santa Luzia. O que pedimos é o apoio dessas prefeituras ao DNIT na localização de áreas para os reassentamentos“, complementa Guimarães.

Gargalo na BR-381 travou leilões anteriores

O lançamento dos editais de lotes com obras a cargo do DNIT para duplicação da rodovia faz parte de uma estratégia do Governo Federal para atrair interessados na concessão do trecho entre Belo Horizonte e Governador Valadares à iniciativa privada. Nas três tentativas anteriores, sendo uma delas realizada pelo atual governo, não houve interessados em assumir as obras devido à necessidade de assentamento das famílias e também a riscos geológicos entre Caeté e a Capital, segundo a avaliação de técnicos e especialistas.

A solução encontrada pelo governo foi dividir a duplicação em lotes, sendo as obras dos lotes 8A (Caeté a Ravena) e 8B (Ravena a Belo Horizonte) ficando a cargo do Governo Federal, por meio do DNIT. Saiba mais.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...