Minas e Espírito Santo debatem estratégias para novo Acordo judicial da tragédia de Mariana, ocorrida em 2015

Publicado em

 

A Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais (AGE-MG) promoveu uma reunião com o procurador-geral do estado do Espírito Santo, Jasson Hibner Amaral, e o secretário de estado da Casa Civil do ES, Ricardo Iannot, para alinhamento de estratégias sobre a repactuação do acordo judicial de Mariana. O advogado-geral do estado de Minas Gerais, Sérgio Pessoa de Paula Castro, os recebeu nesta segunda-feira (11), na sede da entidade, em Belo Horizonte.

Os dois estados trabalham para a homologação judicial de um novo acordo junto à mineradora Samarco e suas acionistas (Vale e BHP) em razão do rompimento da barragem de rejeitos de minério, em novembro de 2015, no distrito de Bento Rodrigues.

Também participaram do encontro de trabalho na AGE-MG o procurador do estado do ES Péricles Almeida e os procuradores do estado de MG Lyssandro Norton Siqueira e Danilo Antônio de Souza Castro. Detalhes do que foi definido na reunião, no entanto, não foram divulgados pela AGE.

Condenação por trágédia ocorrida em Minas Gerais

No último dia 25 de janeiro, a Samarco e suas acionistas, Vale e BHP, foram condenadas pela Justiça Federal a pagar R$ 47,6 bilhões para reparar danos morais coletivos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana. Na tragédia, o Rio Doce foi contaminado com lama e os rejeitos chegaram à foz ao Espírito Santo, impactando áreas de reprodução de baleias e tartarugas marinhas. O rompimento da barragem também arrasou o distrito de Bento Rodrigues e outras comunidades do entorno, matando 19 pessoas soterradas. A decisão ainda cabe recurso.

A sentença determina que o montante seja utilizado exclusivamente nas áreas impactadas. O rompimento da barragem liberou no ambiente 39 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Saiba mais.

Imagens que dão a dimensão do crime ambiental que arrasou a bacia do Rio Doce e chegou ao mar estão registradas no site www.resumofotográfico.com.br. As fotos da tragédia são de autoria da fotógrafa do Vale do Aço, Elvira Nascimento.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...