Hospital referência em Itabira ampliará capacidade de atendimento pelo SUS com repasse de cerca de R$ 4,5 milhões

Publicado em

 

A Prefeitura de Itabira e o Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) assinaram nesta terça-feira (28) um novo contrato de prestação das ações e serviços por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) que mais do que dobra a verba repassada à entidade para o município: de cerca de R$ 1,9 milhão para cerca de R$ 4,5 milhões por mês.

De acordo com a Prefeitura, o repasse foi estabelecido conforme o Plano Operativo Assistencial (POA), considerando procedimentos da internação hospitalar, atenção ambulatorial, apoio diagnóstico e terapêutico, de caráter eletivo, visando à atenção integral à saúde dos usuários do SUS de Itabira e da microrregião. O valor total do novo contrato é de R$ 298.475.606,25, com vigência de 60 meses.

O acordo foi firmado em solenidade realizada na unidade de saúde. O prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, participou do evento, na companhia de secretários e do corpo técnico e administrativo do hospital.“A saúde pública é um desafio permanente. Sabemos que tem muito ainda a ser feito. Estamos destinando um terço do nosso orçamento para a saúde primária, secundária e terciária. Desde o início da gestão, temos debatido muito o tema saúde, equilibrando melhor os investimentos e colocando metas para os resultados”, diz o prefeito.

“Estamos sempre muito próximos à Irmandade Nossa Senhora das Dores e sabemos da importância do hospital para nosso município. Administrar e manter um hospital filantrópico em pé não é uma tarefa fácil. E como gestor entendo que precisamos investir nas nossas instituições de saúde. É o que estamos fazendo”, complementa.

O aumento dos recursos possibilitará a oferta de novos serviços à população, como uma equipe de prontidão para cirurgias vasculares, a fim de diminuir a amputação de membros; aumento do número de cirurgias eletivas, por meio do pagamento dos profissionais – além da tabela SUS -, para diminuir a fila de espera; e ampliação das equipes multiprofissionais para atendimento integral aos pacientes oncológicos na cidade minerada.

“O contrato, até então vigente, deixava muitas lacunas assistenciais. Ao longo dos anos, nossa equipe entendeu que precisávamos, ao final desse contrato, rever várias questões. Com isso, começamos a trabalhar arduamente para incrementar outros serviços e valorizar ainda mais os profissionais médicos desta instituição”, explica a Secretária Municipal de Saúde, Fabiana Machado.

Conforme divulgado pela Prefeitura, há também acréscimo no valor dos insumos Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPME), utilizados na assistência à saúde e relacionados a uma intervenção médica, odontológica ou de reabilitação, diagnóstica ou terapêutica. Os valores dos plantões médicos também serão revisados, fato que não acontecia desde 2018 – época em que o antigo contrato começou a vigorar – ainda segundo o Executivo.

O novo contrato ainda prevê a inclusão de uma equipe especializada em cirurgias oncológicas mais complexas, para tratamento de tumores de esôfago, estômago, pâncreas, fígado, vesícula biliar, metástases hepáticas e peritoneais, tumores gastrointestinais, neuroendócrinos, entre outros. Para agilizar o tratamento e, consequentemente, proporcionar mais qualidade de vida ao paciente, o acordo conta também com o atendimento de casos de alta suspeição não estavam inseridos na Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon).

Assinatura novo contrato entre PMI e HNSD
Foto: Divulgação – Solenidade de assiatura do novo contrato ocorreu nesta terça-feira (28), no HNSD

A demanda do hospital

Referência de atendimento para 27 municípios, o HNSD é uma instituição particular filantrópica, referência regional em traumatologia, maternidade e hemodiálise, com a habilitação de alta complexidade do SUS em nefrologia e em oncologia. Construído pela Irmandade Nossa Senhora das Dores (INSD) em 1867, tem 60% dos pacientes oriundos do SUS. A maior quantidade das vagas é destinada a esse fim, sendo 50 leitos clínicos, 41 leitos cirúrgicos e 12 leitos de UTI tipo II.

Localizado em unidade anexa ao HNSD, o Pronto Socorro é mantido pela Prefeitura e administrado pelo HNSD, atendendo a toda a microrregião de Itabira e também a pacientes de outras regiões.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...