Famílias em risco pelo Minas-Rio começam a assinar neste sábado (6) termo para reassentamento

Publicado em

 

Começa neste sábado (6), em São José do Jassém, na divisa entre Alvorada de Minas e Conceição do Mato Dentro, o trabalho de recolhimento de assinaturas do termo de consentimento para realização do cadastro Fundiário, Socioeconômico e Patrimonial de famílias que terão que ser realocadas por estarem em risco eventual de rompimento da barragem. Na região, a mineradora Anglo American opera o empreendimento Minas-Rio, a partir de Conceição do Mato Dentro.

O cadastramento, que engloba comunidades de Alvorada de Minas e Conceição do Mato Dentro, vai até 30 de abril. O trabalho faz parte do processo de elaboração do Plano de Reassentamento, previsto para ser iniciado na próxima semana, com a participação da mineradora, de uma assessoria técnica independente e do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

O ponto de recolhimento de assinaturas do termo de consentimento para o cadastro do reassentamento estará montado em São José do Jassém, na escola que leva o mesmo nome do povoado. Além da população de São José do Jassém, na divisa entre Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, também serão reassentados moradores de Passa Sete, Água Quente e Beco – sendo que a última comunidade ainda precisa ser incluída formalmente no processo.

O termo de acordo que culminou na abertura do cadastramento foi coordenado pelo MPMG, por meio da Coordenadoria de Inclusão e Mobilização Sociais (Cimos). O documento foi firmado recentemente entre as comunidades, a Anglo American e o MPMG em decorrência de uma Ação Civil Pública.

A ação do MPMG (número 5000129-42.2020.8.13.0175) determina a realocação das comunidades em questão, com a mineradora ficando responsável pelo custeio do remanejamento da população impactada. O prazo para conclusão do Plano de Reassentamento é 31 de maio.

Famílias precisam ficar atentas a detalhes na elaboração do Plano de Reassentamento

A construção do Termo de Acordo Prévio vem sendo acompanhada desde o início pelas advogadas Márcia Itaborahy e Mariana Santos, sócias no escritório MM Advocacia Minerária, em Conceição do Mato Dentro. Elas alertam que as comunidades precisam ficar atentas a uma série de detalhes durante a elaboração do Plano de Reassentamento para terem seus direitos assegurados.

“O caminho à frente é complexo, com cronogramas apertados e desafios antecipados que exigirão de todos nós vigilância e dedicação sem precedentes. A implementação efetiva deste acordo prévio não é apenas uma questão de cumprir prazos; é uma questão de garantir que o conteúdo dos documentos a serem preenchidos e assinados reflita o compromisso profundo com os interesses das comunidades afetadas”, explica Mariana Santos.

“Nos últimos meses, temos trabalhado incansavelmente no acompanhamento da construção desse acordo junto às comunidades e demais partes envolvidas. Isso incluiu esclarecimentos, análises de pontos que poderiam ser considerados nulos e muitos outros aspectos fundamentais. Este esforço reflete nosso compromisso não só com a letra da lei, mas também com o espírito da justiça e do respeito às comunidades que servimos”, complementa Márcia Itaborahy.

 As advogadas ainda enfatizam que o sucesso do reassentamento depende de uma ação conjunta de toda a sociedade: “Este não é o momento para complacência. É um chamado à ação, à colaboração e à responsabilidade compartilhada. À medida que avançamos, nosso foco permanece na proteção das comunidades e na promoção de um ambiente seguro e justo para todos”.

Informações sobre o cadastramento podem ser obtidas pelos telefones: (31) 98457-8354/ 9951-6864/ 99804-9581

 

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...