Geração de energia limpa é tema de encontro de grupo de trabalho do G20 em Belo Horizonte

Publicado em

 

A capital Belo Horizonte recebe, a partir desta segunda-feira (27), no Minascentro, o Grupo de Trabalho de Transições Energéticas do G20. Como o nome do grupo sugere, o tema central do evento é o cenário de transição energética global, com ênfase no uso de fontes de energias limpas e sustentáveis.

Os trabalhos são coordenados pelo Ministério de Minas e Energia e o ministro Alexandre Silveira comanda o grupo, reunindo representantes das principais economias do mundo. As reuniões já vêm ocorrendo em outros países, como a India, que sediou a última delas, em abril do ano passado. O Brasil também é copresidente do Comitê Ministerial de Energia Limpa, fórum voltado à discussão da promoção de energias sustentáveis no mundo.

“Nossa matriz elétrica é 88% limpa, somos grandes produtores de energia hidráulica, eólica, solar e de biomassa. O Brasil também é destaque na produção de biocombustíveis, como o etanol. Somos os grandes líderes mundiais da transição energética, por isso temos propriedade para incentivar e cobrar do mundo ações efetivas para enfrentarmos as graves mudanças climáticas que temos enfrentado. É isso que vamos debater e defender junto aos países do G20”, enfatizou o ministro, na abertura do evento.

“Minas, assim como o Brasil, é um celeiro de energias limpas e renováveis. Além de sua riqueza mineral, que leva em seu nome, inclusive, o Estado se tornou solo fértil para a produção de energia solar, que tem transformado regiões e gerando desenvolvimento social e econômico”, complementou Silveira.

Geração de energia em alta

De acordo com dados divulgados recentemente pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a capacidade de geração de energia elétrica do Brasil cresceu 4.284 megawatts (MW) no acumulado de 2024, sendo 93,79% de fontes limpas e renováveis. As usinas solares fotovoltaicas representaram 49,23% da potência acrescentada, seguidas da eólicas, com 44%.

Ainda de acordo com as informações divulgadas, a potência instalada do Sistema Interligado Nacional (SIN) atualmente é de 202.233 MW, com 84,49% de fontes renováveis. Ainda entraram em operação 132 novos empreendimentos de geração de energia neste ano. A região Nordeste abriga a maioria deles: 104 dessas novas usinas, com 3.323 MW de capacidade. O Sudeste detém 19 novas instalações, capazes de gerar 809,53 MW. Saiba mais.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...