UniFuncesi anuncia curso de medicina em Itabira

Publicado em

 O Centro Universitário Funcesi foi autorizado a inserir o curso de medicina em sua grade. A notícia foi publicada no Diário Oficial da União e divulgada pelo prefeito de Itabira

Nesta terça-feira (23), o  Diário Oficial da União (DOU) divulgou que o Centro Universitário Funcesi foi autorizado pelo Ministério da Educação (MEC) a ofertar 66 vagas para o curso de medicina a ser instalado em Itabira. O vestibular será divulgado no próximo mês e serão ofertadas 66 vagas para o curso.

O atual presidente do centro universitário, Maurício Mendes, afirmou que o fato é uma conquista e agradeceu aos colabores da universidade como a prefeitura municipal de Itabira  e ao Conselho Diretor Municipal. 

“A conquista é do itabirano, da Funcesi e de seus instituidores – Vale, Diocese, Prefeitura e Câmara de Itabira. A cidade deu um passo importante para a sua diversificação econômica. Temos orgulho de ser protagonistas, mas é preciso destacar o envolvimento e o trabalho árduo da nossa equipe e a confiança dos parceiros e conselheiros.” – destacou.

De acordo com a reitora da instituição, Flávia Pantuza, o processo de autorização passou por várias etapas, no entanto, a estrutura da Funcesi foi um fator determinante para que o curso de medicina fosse aprovado.

“A Funcesi é referência em educação no município. Há 30 anos somos reconhecidos pela qualidade do ensino e pela estrutura que disponibilizamos para os alunos. O centro universitário dispõe de laboratórios e equipamentos modernos, corpo docente qualificado e um bom relacionamento com a comunidade. Estamos prontos para iniciar as aulas.” – afirmou.

O prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, também se pronunciou sobre a notícia e comemorou a publicação. Em suas redes sociais, Lage parabenizou a UniFuncesi e afirmou que a abertura do curso de medicina irá fortalecer a educação, a saúde e a economia de Itabira.

“Isso é um sonho antigo que nós estamos realizando agora e que traz vários benefícios para a nossa cidade […] o polo universitário é uma vertente econômica que nós estamos trabalhando como alternativa para o fim do minério.” – ressaltou.

A publicação foi feita em função da nota máxima adquirida durante avaliação do MEC, realizada em maio de 2022. A análise do ministério julgou a estrutura física e acadêmica com nota 5.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...