Saae e Prefeitura de Itabira cobram da Vale prejuízos causados pela turbidez na água

Publicado em

Na última quinta-feira (28), a Saae de Itabira enviou um ofício ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), informando sobre descumprimento parcial das mineradoras Vale e AECOM.

O documento foi necessário depois que Saae descobriu que a água turva distribuída para algumas comunidades era proveniente de um anel hidráulico, o mesmo utilizado pela empresa para entregar parte da água necessária ao TAC aos municípios.

Enviado à promotora de justiça Giuliana Talamoni Fonoff, da 2ª Promotoria Jurídica do Ministério Público de Itabira, o documento afirma “que o problema ocorrido no anel hidráulico que causou a turbidez da água interferiu na prestação dos serviços de abastecimento do Saae e, por isso, requer o ressarcimento de eventuais danos causados a toda a população afetada de Itabira”

No TAC, a Vale assume o compromisso de entregar, diariamente, 160 litros por segundo de volume de água com qualidade para o Saae. Porém, não foi isso o que aconteceu nos dias 22 e 23 de dezembro.

Saae exige que Vale assuma as falhas

Como parte da multa prevista no artigo 23 do acordo assinado, Saae exige que a mineradora emita nota explicativa ao público, por meio de parlamentares, sobre a falha nos anéis hidráulicos que causaram turvação da água e tome medidas corretivas . Ações serão tomadas para evitar a recorrência do problema.

O TAC prevê multa de R$ 20 mil por dia caso a mineradora descumpra as exigências de abastecimento, valor que será devolvido ao fundo especial do Ministério Público, FUNEMP. Cabe aos deputados estabelecer um prazo para a Vale responder à carta de infração emitida pela Saae.

O reservatório responsável pelo abastecimento de água foi imediatamente isolado e a rede de água foi posteriormente descarregada para minimizar o impacto.

Pessoas de baixa renda cadastradas no CadÚnico podem solicitar ao Saae a limpeza gratuita de suas caixas d’água. Se você mesmo causar perdas, poderá solicitar indenização aos departamentos locais relevantes e comprovar o valor das perdas.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...