Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado nesta sexta-feira (14) com convocação a doadores

Publicado em

 

O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado desde 2005, por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). A escolha da data marca o nascimento do médico austríaco Karl Landsteiner, que deu início à classificação da tipagem sanguínea pelo sistema ABO e descobriu o fator Rh.

A campanha de 2024 apresenta o lema “20 anos celebrando a generosidade: Muito obrigado, doadores de sangue!”, com a intenção de agradecer e reconhecer os doadores voluntários de sangue que contribuíram para a saúde e o bem-estar de milhões de pessoas em todo o mundo.

Um exemplo vem do segurança pessoal Roberto Pereira dos Santos, que também comemora 20 anos como doador de sangue. Nesta semana, ele esteve no Hemocentro de Belo Horizonte para repetir uma atividade que faz, com satisfação, pelo menos duas vezes ao ano. A primeira doação foi quando ele estava no Exército. Logo, começou a divulgar a causa e já chegou a levar um grupo de 30 novos doadores ao hemocentro.

Ele comenta que, além de ser um doador universal – seu sangue é tipo O negativo, também é um doador fenotipado. Isso quer dizer que o sangue foi analisado e classificado para outros sistemas de grupos sanguíneos além dos conhecidos ABO e Rh. Essas doações ajudam pacientes específicos, como os portadores de anemia falciforme, que só podem receber determinado tipo de sangue para evitar reações transfusionais. “Me sinto muito grato em ajudar. É como se diz: fazer o bem sem olhar a quem”, afirma Roberto.

A campanha da OMS também pretende promover uma cultura de doação regular de sangue entre jovens, criando uma rede diversa e sustentável de doadores. “O sangue é um remédio diferente dos outros, que não se pode fabricar, e depende exclusivamente da solidariedade das pessoas. Por isso, é importante agradecer sempre aos nossos doadores fidelizados e aproveitar para motivar uma nova geração a continuar mantendo essa corrente do bem”, diz o assessor de Captação da Fundação Hemominas, Nivaldo Junior.

Iniciando a vida de doadores estão os colegas Marcos Elias, Camila Vitória, ambos de 18 anos, e Rodrigo Allison, de 16. Eles estiveram no hemocentro para doar pela primeira vez após uma campanha interna sobre a importância da doação de sangue na empresa onde trabalham. Todos estavam um pouco ansiosos, mas, com o acolhimento e esclarecimentos dos profissionais da sala de coleta, realizaram a doação com tranquilidade.

Com a primeira doação feita, eles prometem voltar a repetir esse gesto e ajudar mais pessoas. Os colegas de trabalho aproveitaram para contribuir na homenagem ao Dia Mundial do Doador de Sangue, gravando mensagens convidando mais pessoas a ajudar a melhorar os estoques de sangue da rede Hemominas. “Nós já doamos. Venha doar você também”, disseram.

Nivaldo Junior destaca que conscientizar outras pessoas sobre a importância do ato é um papel muito válido e necessário. “Assim, a Fundação Hemominas estende os agradecimentos e homenagens a todos aqueles que contribuem com a causa, seja doando, compartilhando informações, fazendo campanhas e também aos que trabalham para que a instituição exerça esse papel essencial à sociedade”, conclui.

O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado desde 2005, por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS). A escolha da data marca o nascimento do médico austríaco Karl Landsteiner, que deu início à classificação da tipagem sanguínea pelo sistema ABO e descobriu o fator Rh.

A campanha de 2024 apresenta o lema “20 anos celebrando a generosidade: Muito obrigado, doadores de sangue!”, com a intenção de agradecer e reconhecer os doadores voluntários de sangue que contribuíram para a saúde e o bem-estar de milhões de pessoas em todo o mundo.

Um exemplo vem do segurança pessoal Roberto Pereira dos Santos, que também comemora 20 anos como doador de sangue. Nesta semana, ele esteve no Hemocentro de Belo Horizonte para repetir uma atividade que faz, com satisfação, pelo menos duas vezes ao ano. A primeira doação foi quando ele estava no Exército. Logo, começou a divulgar a causa e já chegou a levar um grupo de 30 novos doadores ao hemocentro.

Doador regular

Segundo dados da Assessoria de Captação de Cadastro da Fundação Hemominas, apenas 1,8% dos mineiros são doadores de sangue regulares, sendo que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que esse índice seja de, pelo menos, 3% da população.

Atualmente, as unidades da Hemominas em todo o estado observam uma diminuição no comparecimento de doadores, o que reflete nos estoques de sangue. Os tipos sanguíneos negativos registraram nesta semana uma queda média de quase 50%, enquanto os tipos negativos estão cerca de 30% abaixo do ideal.

O estoque baixo de sangue pode provocar diversas consequências, como a não realização de cirurgias e tratamentos necessários, além de colocar em risco a vida de pacientes em situações de emergência. Por isso, é fundamental que a população se mobilize para manter os estoques sempre abastecidos. Os critérios para doar sangue estão disponíveis neste link. AS informações são da Agência Minas.

Hemocentro de Itabira

Já está funcionando em Itabira o serviço de coleta de sangue do primeiro Posto Avançado de Coleta Externa (PACE) da Fundação Hemominas. O espaço recebeu 30 doadores nesta quinta-feira (6), primeiro dia de coleta. Eles haviam feito agendamento prévio na nova unidade, instalada no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC).

Conforme divulgado pela instituição, a princípio as coletas serão realizadas nas quintas-feiras, das 7h30 às 14h. Em um primeiro momento, serão atendidos 60 doadores semanalmente. No entanto, o posto tem capacidade para funcionar todos os dias e aumentar o número de doadores na unidade da cidade minerada.

Ainda de acordo com a Hemominas, na fase mais ampla do projeto, o hemocentro espera atender 2.400 candidatos à doação e coletar, pelo menos, 1.900 bolsas ao ano, ou seja, 200 doadores por mês, sendo coletadas cerca de 50 bolsas em cada dia de funcionamento. Saiba mais.

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios