Gerdau e Newave investirão RS 1,4 bilhão em megausina de energia solar no Noroeste de Minas

Publicado em

 

A Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, anunciou a composição de uma joint venture com a Newave Energia para incrementar o uso de energia limpa em suas operações. As duas empresas irão investir R$ 1,4 bilhão na construção de uma megausina solar em Arinos, no Noroeste de Minas. Para viabilizar a operação, a Gerdau, que detém 33,33% de participações na Newave, por meio de sua divisão de novos negócios, a Gerdau Next, concluiu a aquisição do Parque Solar Arinos, junto ao grupo Voltalia.

De acordo com a Gerdau, o empreendimento deverá ser concluído no fim de 2024. O novo cluster de energia solar terá capacidade instalada de geração de aproximadamente 420 MWp e incluirá uma subestação de energia. A capacidade fotovoltaica instalada na planta é o equivalente a 7% do consumo de energia anual da Gerdau no país, tomando como base a de produção 2022. A empresa prevê de redução de até 22.000 tCO2 ao ano com a operação da nova usina.

Estratégia de competitividade da Gerdau inclui sustentabilidade 

A Gerdau trata o empreendimento como um importante passo na estratégia da empresa na busca constante por maior competitividade e sustentabilidade. A companhia espera que a nova usina contribua significativamente com a redução de emissão de gases poluentes.

“Hoje, a companhia já detém uma das menores médias globais de emissão de gases do efeito estufa, sendo menor que a média mundial do setor do aço. Com a implantação do Parque Solar em Arinos, vislumbramos dar um passo estratégico de reduzir ainda mais as emissões”, explica o vice-presidente global da Gerdau e líder da Gerdau Next, Juliano Prado.

Ainda de acordo com a Gerdau, assim que o novo parque for concluído, 30% do volume de energia renovável produzida no empreendimento será destinada à produção de aço pela empresa, na modalidade de autoprodução. Esse volume de energia corresponde a aproximadamente 34 MWm, o equivalente ao consumo de uma unidade siderúrgica com capacidade de aproximadamente 400 mil toneladas anuais.

 

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...