AngloGold Ashanti anuncia redução de 33% na emissão de gases de efeito estufa

Publicado em

 

A AngloGold Ashanti fez um importante anúncio relativo à sua busca por eficiência energética: em 2022, a empresa reduziu em 33% a emissão de dióxido de carbono (CO2), na comparação com o ano anterior. Para atingir o resultado, a mineradora manteve 100% do consumo de energia elétrica proveniente de fonte renovável certificada, sem emissões de carbono associadas.

De acordo com a AngloGold Ashanti, a empresa trabalha com foco na meta Net Zero, ou seja, para zerar as emissões de gases de efeito estufa até 2050. A empresa acumula resultados positivos que a eleva a outro patamar de sustentabilidade no setor minerário.

Além do investimento em fontes não poluentes, a AngloGold Ashanti prioriza a automação dos equipamentos de infraestrutura de mina (bombeamento e ventilação) e da planta de geração a diesel.  A mineradora informou também ter implantado sistemas de recirculação de água no subsolo, além de otimizar as plantas de refrigeração, substituir compressores de ar por modelo mais eficiente e aprimorado o sistema de monitoramento e gestão de energia.

Ainda de acordo com a mineradora, as ações fazem parte da estratégia global da empresa para cumprir as metas propostas no Acordo de Paris, da qual é signatária.

AngloGold Ashanti antecipou meta de 2030 

Trabalhando também com foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), a empresa afirma buscar diminuir os impactos gerados pelas mudanças climáticas. Com a redução de emissões de CO2 para 33%, a mineradora antecipou a meta estipulada para 2030, que era reduzir em 30% a emissão de gases de efeito estufa.

“É necessário mudar a matriz energética para fontes cada vez mais renováveis e também reduzir o consumo de energia. Essas ações são complementares e super importantes tanto do ponto de vista ambiental, da mudança do clima, como também para a sustentabilidade do negócio”, afirma Especialista em engenharia elétrica da AngloGold Ashanti, Matheus Carvalho.

Sem Titulo 2 1
Mineradora estima ter investido R$ 18 milhões em ações de gestão ambiental

“As empresas precisam reduzir sua necessidade energética para ficarem mais eficientes no futuro. Caso contrário, vão começar a ser oneradas pela grande necessidade de energia, bem como por taxações relacionadas a altas emissões, como já ocorre na África do Sul. Além disso, produtos que tenham alguma emissão associada também passarão a ser taxados nos próximos anos nos países da União Europeia e, com isso, terão uma menor vantagem competitiva no mercado”, conclui o especialista.

Em 2022, a AngloGold Ashanti estima ter investido aproximadamente R$ 18 milhões em ações relacionadas à gestão ambiental e mantém preservados 11 mil hectares de área verde e mais de 500 espécies da fauna e flora.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...