Hemocentros convocam foliões a doarem sangue em todo o estado antes do Carnaval 2024

Publicado em

 

Na véspera do fim de semana que antecede o Carnaval, hemocentros e demais unidades da Fundação Hemominas em todo o estado estão realizando ações para estimular o comparecimento de doadores de sangue. Com o tema “antes de cair na folia, venha doar!”, ações como a realização de campanhas locais em espaços públicos e até decoração dos espaços em que o doador é recebido estão sendo realizadas neste ano.

O Hemocentro de Belo Horizonte (HBH), entre os dias 5 e 9 de fevereiro, usará a mascote da fundação para distribuir filipetas convidando o público a doar em ações realizadas em áreas de muito movimento como aeroporto, rodoviária e estação central do metrô da capital, além da divulgação digital em parceria com a Buser.

Conforme divulgado pelo Governo de Minas, até as vésperas do Carnaval estão programadas busca ativa de caravanas com empresas parceiras para comparecimento durante a semana pré-Carnaval e realização de coletas externas. Também vão ser divulgadas informações em painéis de mídia e elevadores, além de distribuição de cartão específico de divulgação da causa via aplicativo Uber. As ações também serão desenvolvidas em hemocentros do interior.

A Fundação Hemominas também repetirá uma iniciativa bem-sucedida no Carnaval do ano passado: convidar blocos carnavalescos da capital e do interior para gravarem vídeos convidando o público a doar sangue antes da folia.

O assessor de Captação e Cadastro da Fundação Hemominas, Nivaldo Junior, destaca a importância da doação de sangue nas férias e feriados: “As doações são necessárias todos os dias, mas em períodos de férias ou eventos como o Carnaval, são fundamentais para manter os estoques em segurança, uma vez que a possibilidade de acidentes aumenta. Sem contar pacientes hematológicos atendidos diariamente nos ambulatórios da rede Hemominas em todo o estado que demandam transfusões constantes, como os afetados pela anemia falciforme e hemofilia. Assim, é importante que a sociedade se conscientize que o gesto solidário de doar seja exercitado sempre e se incorpore na rotina”.

Nível de alerta

De modo geral, a situação dos bancos de sangue da Hemominas registra nível de alerta, principalmente os dos grupos O negativo, O positivo, A negativo que constantemente acusam maior baixa.

O mais preocupante é o tipo O negativo, mais crítico, grupo estratégico conhecido como doador universal e que permite o atendimento emergencial para todos os outros grupos sanguíneos. No entanto, pacientes O negativo só podem ser atendidos por doadores da mesma tipologia.

Diariamente, os doadores podem acompanhar pelo site ou redes sociais da Hemominas a situação do estoque.

Vale observar que todos os tipos sanguíneos são importantes, mas visualizando o quadro frequentemente é possível constatar quais os tipos mais críticos, cuja reposição é mais urgente.

Veja abaixo alguns critérios e informações para doar sangue.

Entre os critérios básicos para doar sangue, destacam-se:

•    estar em boas condições de saúde;

•    ter entre 16 e 69 anos de idade. Jovens de 16 e 17 anos podem doar, acompanhados pelo responsável legal ou portando autorização disponível no link. A partir de 61 anos, o candidato à doação precisa comprovar a realização de, pelo menos, uma doação anterior;

•    pesar mais de 50 kg;

•    estar bem descansado no momento da doação;

•    não ingerir bebida alcoólica 12 horas antes da doação;

•    não ter sido exposto a situação de risco para doenças transmissíveis pelo sangue;

•    não ter tido hepatite após os 11 anos;

•    apresentar documento de identificação oficial e original, com foto, filiação e assinatura.

•    se tiver feito tatuagem ou maquiagem permanente, em locais que possuam alvará sanitário, poderá doar após 6 meses. Caso não seja possível determinar a segurança sanitária, deverá aguardar 12 meses.

No site da Fundação Hemominas estão descritas todas as condições e restrições para doação de sangue, inclusive as relacionadas a exames e procedimentos cirúrgicos, vacinas e medicamentos em uso.

A doação pode ser agendada on-line ou pelo aplicativo MGapp-Cidadão.  Em caso de não comparecimento, solicita-se cancelar o agendamento para disponibilizar o horário a outro candidato.

Hemocentros e pontos de coleta em Minas Gerais

A Fundação Hemominas desenvolve atividades nas áreas de prestação de serviço, assistência médica, ensino, pesquisa, desenvolvimento tecnológico, produção, controle de qualidade e educação sanitária.

Atualmente, conta 22 unidades descentralizadas nas macrorregiões do estado, sendo sete hemocentros  (Belo Horizonte, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Pouso Alegre, Uberaba e Uberlândia), nove hemonúcleos (Diamantina, Divinópolis, Ituiutaba, Manhuaçu, Passos, Patos de Minas, Ponte Nova, São João del-Rei, Sete Lagoas), seis Unidades de Coleta e Transfusão (Além Paraíba, Betim, Estação BH, Frutal, Hospital Júlia Kubitschek e Poços de Caldas), 11 Postos Avançados de Coleta Externa – Pace (Araguari, Bom Despacho, Barbacena, Lafaiete, Itajubá, Lavras, Leopoldina, Muriaé, Pará de Minas, Varginha e Viçosa; em breve será inaugurado o Pace de Patrocínio), além do Centro de Tecidos Biológicos (Cetebio).

A rede apresenta cobertura hemoterápica superior a 90% em todo o estado. São cerca de 600 entidades conveniadas, incluindo hospitais públicos, filantrópicos e articulares, alcançando aproximadamente 800 municípios, direta ou indiretamente. A meta é alcançar 100% dos procedimentos vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS). As informações são da Agência Minas.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...