Gerdau terá que investir R$ 2,5 milhões em compensação por acionamento indevido de sirene

Publicado em

 

A Gerdau Açominas S/A assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Ouro Preto, com o apoio da Coordenadoria Estadual de Meio Ambiente e Mineração (Cema). O documento prevê a obrigação de compensação devido ao acionamento irregular das sirenes de alerta da estrutura Barragem dos Alemães, em Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto. O acordo determina que a empresa destine R$ 2,5 milhões a projetos socioambientais em favor da população da região da barragem e adote todas as medidas necessárias para que não haja novo disparo irregular das sirenes.

De acordo com o MPMG, as sirenes de emergência da barragem dos Alemães foram acionadas equivocamente, em 30 de setembro de 2022 por, aproximadamente, dois minutos e meio. Também como parte do acordo de reparação, está prevista a implementação de outras medidas de segurança e de adequada comunicação junto à comunidade.

Entre os compromissos assumidos pela empresa também estão a contratação de equipes técnicas independentes e profissionais habilitados e com expertise na área para elaboração de relatórios técnicos e de um Plano de Ação em caso de acionamento indevido de sirenes.

Segundo os termos do TAC, a Gerdau é obrigada “a manter a população regularmente informada, com campanhas educativas para a convivência com o risco, em linguagem simples e compreensível, inclusive informando sobre o sistema de segurança de barragem”.

Novas multas

O acordo assinado entre as partes ainda prevê que qualquer atividade nos sistemas de alerta e sirene que possam causar o acionamento indevido deve ser avisada à população e à Defesa Civil com antecedência mínima de cinco dias.

O descumprimento injustificado de qualquer das obrigações fixadas no TAC implicará a incidência de multa diária no valor de R$ 5 mil que será destinada ao Fundo Especial do Ministério Público do Estado de Minas Gerais. Além disso, a violação do acordo prevê notificação judicial ou extrajudicial e outras sanções e providências cabíveis.

Investimentos

Recentemente a empresa anunciou novos aportes na unidade de Miguel Burnier para fomentar a cadeia do aço em Minas. Empresa espera gerar cerca de 5 mil empregos com  R$ 3,2 bilhões em investimentos. Saiba mais.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...