SGB abre consulta pública sobre mapeamento geológico básico no Brasil

Publicado em

 

O Serviço Geológico do Brasil (SGB) abriu nesta segunda-feira (15) consulta pública sobre o mapeamento geológico básico nacional. A consulta está prevista na Portaria Normativa Nº 72/GM/MME e integra o Plano Decenal de Mapeamento Geológico Básico (PlanGeo).

A ação tem como objetivo receber as propostas do setor mineral e da sociedade civil para a identificação do potencial mineral no país. As contribuições irão auxiliar na decisão de prioridades sobre áreas a serem mapeadas, garantindo um maior impacto para a exploração e a pesquisa mineral.

O diretor-presidente do SGB, Inácio Melo, destaca a importância da inciativa para a sociedade e para o setor mineral: ““Essa abordagem participativa garante que o processo de mapeamento geológico atenda aos objetivos técnicos e científicos e também considere as preocupações, necessidades e expectativas da comunidade”.

O planejamento e a execução do PlanGeo são conduzidos pelo SGB e incluem a identificação e priorização de áreas estratégicas para mapeamento geológico sistemático, considerando um ciclo de 10 anos. Essas atividades devem seguir princípios de governança, como previsibilidade, transparência, participação social, geração de conhecimento para o desenvolvimento nacional e adesão às estratégias de planos setoriais nacionais. Para acessar a Consulta Pública, clique no banner ao final do texto.

Papel estratégico da consulta

O pesquisador do SGB, Marcos Ferreira, acredita que o resultado da consulta pública permitirá ter uma visão ampla das diferentes perspectivas da sociedade civil sobre o mapeamento geológico do Brasil. A portaria normativa institui o Plano Decenal de Mapeamento Geológico Básico (PlanGeo), com o objetivo de reforçar a governança e a adesão ao setor mineral. O PlanGeo visa identificar e priorizar áreas estratégicas, definir metas mensuráveis e promover um monitoramento contínuo das atividades de mapeamento geológico.

Um total de 60 blocos foram considerados prioritários para mapeamento geológico no ciclo 2025-2034, distribuídos nas três regiões macroeconômicas do Brasil (Amazônia, Nordeste e Centro-Sul), contemplando províncias minerais e distritos mineiros, assim como novas fronteiras do conhecimento geológico. As premissas adotadas para seleção das áreas, assim como a distribuição e priorização das áreas propostas, em três cenários de execução, podem ser visualizadas na página Plano Decenal 2025-2034.

A Plataforma do Mapeamento Geológico, que hospeda o PlanGeo, também disponibiliza outros níveis importantes de informação acerca do mapeamento geológico no Brasil, como o mapeamento já realizado no país ao longo de mais de 50 anos, assim como os projetos de mapeamento geológico atualmente em desenvolvimento. As informações são do Ibram.

Sem Titulo 8 2

 

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...