História e Tradição: Dom Joaquim

Publicado em

Dom Joaquim está localizado na região central de Minas Gerais, próximo a Conceição do Mato Dentro. Leia a matéria a seguir e saiba mais sobre a história e tradição desse município repleto de belezas e costumes.

De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2021, Dom Joaquim possui 4.436 habitantes. A história do município começou no ano de 1750, quando um português chamado Domingos José da Silva se instalou na região a fim de explorar os recursos do Rio do Peixe. Após a construção de uma capela dedicada a São Domingos, um pequeno povoado foi se formando e recebeu o nome de Arraial de São Domingos do Rio do Peixe. Com o passar do tempo, o arraial foi elevado à categoria de município, recebendo o nome de Dom Joaquim, em homenagem ao primeiro arcebispo da arquidiocese de Diamantina, Dom Joaquim Silvério de Souza.

Turismo

O município é reconhecido, principalmente, pela sua riqueza natural. Dom Joaquim faz parte do Circuito Turístico Parque Nacional da Serra do Cipó e possui uma grande área de preservação ambiental. O turismo na região é voltado para os amantes da cultura mineira e do ecoturismo, afinal, os principais atrativos do município são cachoeiras, trilhas, igrejas históricas e eventos tradicionais como o carnaval de rua e festas religiosas. Além disso, o Recanto da Represa e o Rio Folheta são paradas obrigatórias para quem visita o município.

1628780853GXlsbqb3E2
Complexo da Barragem em Dom Joaquim-MG. Foto: reprodução | Turismo Minas Gerais

Dom Joaquim e Mineração

A atuação da Anglo American em Conceição do Mato Dentro, vizinha de Dom Joaquim, faz com que o município seja considerado um Município Afetado Pela Mineração. No entanto, a Compensação Financeira pela Exploração Mineral direcionada à esses municípios ainda não chegou a Dom Joaquim. De acordo com o atual prefeito, Geraldo Adilson Golçalves, a relação entre o poder público e a mineração é considerada uma parceria saudável. No entanto, o município está buscando, por meio da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (AMIG), receber a CFEM que é direito do município por lei. Geraldo afirma, ainda, que os recursos provenientes da CFEM são de grande importância para minimizar os impactos sociais e ambientais causados pela mineração.

 

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...