Processo de mobilização nas mineradoras

Publicado em

Mobilização é o nome dado ao processo de requisitos e treinamentos para funcionários de empresas. Na mineração, o processo é essencial e muito importante para a manutenção e segurança dos colaboradores.

O processo de mobilização pode ser dividido em três etapas: mobilização de contratos, mobilização de terceiros e mobilização de veículos e equipamentos.

Mobilização de Contratos

A primeira etapa consiste da formalização contratual entre empresas, clientes e colaboradores. Nesta etapa, a mineradora recebe uma espécie de acesso ao SGC (Sistema de Gestão de Contratado). Inicialmente, a mobilização dos documentos necessários ocorre a partir dessa “chave” de acesso, na qual são processados e registrados números de contratos, datas de início e término e documentações legais exigidas.

Mobilização de Terceiros

A mobilização de terceiros consiste na postagem da documentação do efetivo. Nesta etapa, são registrados dados pessoais (como RG e CPF), ficha de registro do empregado, formalização contratual, foto e ASO (Atestado de Saúde Ocupacional). O objetivo da mobilização de terceiros é  comprovar o vínculo do indivíduo em relação à empresa e a aptidão dos colaboradores para trabalhar nela baseado em critérios legais, contratuais e de saúde.

Mobilização de veículos e equipamentos

Por fim, os veículos e equipamentos utilizados nas operações de uma mineradora também passam pelo processo de mobilização. Todos os caminhões, veículos e equipamentos utilizados na mineração precisam ser mobilizados. Todos os itens devem estar dentro do padrão RAC (Requisitos de Atividade Crítica) para acessar as áreas de mineração. Nesta etapa, todos os veículos passam por vistoria e avaliação de critérios operacionais e de segurança a fim de comprovar a aptidão para uso.

A mobilização também diz respeito a um sistema de treinamentos, os quais são fundamentais e importantes para a segurança do trabalho nas mineradoras do Brasil. Para saber mais sobre os treinamentos, RACs e medidas de segurança em: https://cidadeseminerais.com.br/racs-e-seguranca-do-trabalho-na-mineracao/

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...