História de Ouro Preto

Publicado em

A tradicional Imperial Cidade de Ouro Preto

Ouro Preto, uma das cidades históricas mais famosas do estado, localizada na Zona
Metalúrgica de Minas Gerais, o Quadrilátero Ferrífero, com seus 12 distritos – Cachoeira do
Campo, Amarantina, Glaura (Casa Branca), São Bartolomeu, Santo Antônio do Leite,
Rodrigo Silva, Miguel Burnier, Engenheiro Correia, Santa Rita, Santo Antônio do Salto,
Antônio Pereira e Lavras Novas – no tempo presente, possui sua economia voltada, além do
turismo, à mineração e metalurgia. Isso, devido ao fato de dispor de ferro, bauxita, manganês, talco e mármore, em síntese, reservas minerais em seu subsolo.

No entanto, a busca por minérios não é recente na antiga capital da então província
das Minas Gerais, após a Independência do Brasil, e atual município com mais de 74 mil
habitantes (IBGE/2020). Sua associação com o ciclo do minério está vinculada à sua origem. O arraial do Padre Faria, fundado, aproximadamente, em 1698 por Padre João de Faria Fialho, Coronel Tomás Lopes de Camargo e seu irmão, e o bandeirante Antônio Dias de Oliveira, conta o início da história da cidade que hoje conhecemos como Ouro Preto.

Ouro Preto Minas Gerais 1024x690 1
foto: Viviane Carneiro

Alguns anos depois, em 1711, a conhecida Vila Rica tomava forma. A junção de vários arraiais, inclusive o arraial Padre Faria, foi promovida à categoria de vila para formar a sede do conselho, o que acabou por influenciar como local escolhido para a base da Inconfidência Mineira (1789), movimento revolucionário separatista.

A tradicional Imperial Cidade de Ouro Preto, foi o município com mais fatos
históricos fundamentais para a construção da memória nacional. Na atualidade, o município é tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) desde 1938, e reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade pelo Comitê do Patrimônio Mundial
da UNESCO, desde setembro de 1980, como resultado do imenso acervo histórico e
monumentos coloniais conservados.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...