Ferramenta de segurança bloqueou mais de 38 mil celulares em Minas Gerais

Publicado em

 

Uma ferramenta da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) possibilitou o bloqueio e a inutilização de mais de 38 mil celulares roubados ou furtados em Minas Gerais nos últimos cinco anos. A estratégia é diminuir a chance de receptação dos aparelhos que poderiam se tornar moeda de troca no mundo do crime.

De acordo com o Governo de Minas, o bloqueio foi realizada por meio da Polícia, no momento do registro da ocorrência, ou pelos cidadãos vítimas desse tipo de crime.  O bloqueio foi possível graças ao trabalho da Central de Bloqueio de Celulares de Minas Gerais (Cbloc). Ela funciona de forma on-line e possibilita a inutilização do aparelho roubado ou furtado de forma imediata. O cidadão que realiza o bloqueio protege seus dados pessoais, diminuindo a chance de acesso a informações importantes, como conversas em aplicativos de mensagens instantâneas, fotos, caminhos diários salvos em aplicativos de GPS, entre outros.

A Sejusp estima que, neste ano, entre janeiro e setembro, foram 6.004 bloqueios realizados. Número equivalente ao mesmo período do ano passado, quando aconteceram 6.019 ininterrupções de aparelhos. A maior parte deles veio da capital, onde 1.786 bloqueios foram realizados neste período, seguida da região de Uberlândia (205 – 9ª Região Integrada de Segurança Pública ), região de Sete Lagoas (190 – 19ª Região Integrada de Segurança Pública) e região de Uberaba (187 – 5ª Região Integrada de Segurança Pública).

“É essencial que o cidadão utilize esse serviço para desestimular a prática de crimes. É uma forma de as pessoas se protegerem e auxiliarem as forças de segurança pública no combate a esse tipo de prática que tanto tem incomodado a sociedade atualmente”, explica o superintendente de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Bernardo Naves.

A ferramenta de bloqueio                               

Para realizar o bloqueio, a vítima do roubo ou furto deve acessar o endereço www.cbloc.seguranca.mg.gov.br e comunicar o fato, com poucos cliques, de forma rápida e segura. Para isso, precisa ter em mãos o registro da ocorrência, para ser anexado ao processo no site da Central. Também é preciso informar alguns dados pessoais e o número do celular roubado – o que é uma das vantagens da ferramenta já que, por meio dela, não é necessário informar o IMEI, código internacional de identificação do telefone, com muitos números, que geralmente a vítima não tem anotado e que não consegue mais obter pelo telefone, depois de o aparelho ter sido roubado ou furtado.

Numero de serie MCAFEE
Cbloc permite que com poucos cliques a vítima ou a polícia inutilize o aparelho

A Sejusp ainda ressalta que a Cbloc também busca inibir o furto e o roubo de celulares que ainda não foram vendidos para os consumidores. Lojistas e transportadoras poderão solicitar o bloqueio de uma carga completa subtraída.

“No caso desses aparelhos, que ainda não estão vinculados a uma operadora em específico, o sistema permite a opção de bloqueio por meio do IMEI, que fica disponível nas notas fiscais das compras das cargas”, conclui Bernardo Naves.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...