Dados de IBGE mostram que 11 cidades de MG não têm prédios residenciais

Publicado em

Dados divulgados pelo Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram que 11 municípios mineiros não tem prédios residenciais.

A Pesquisa de Características dos Domicílios do Censo examinou cinco elementos: a forma de abastecimento de água, se há canalização, se há banheiros e sanitários, tipo de rede de esgoto e destinação de resíduos.

Além disso, a pesquisa abrange os tipos de domicílios da cidade, informações que os recenseadores preenchem diretamente no cadastramento de seus endereços.

As moradias são classificadas em: moradias isoladas, sobrados ou apartamentos, moradias em casas de aluguel ou cortiços, moradias indígenas e estruturas residenciais permanentes degradadas ou inacabadas.

Casas são mais presentes em MG do que prédios residenciais

O tipo de domicílio mais comum registrado em Minas Gerais em 2022 pelo IBGE é a casa, onde vivem 84,3% da população do estado. O percentual em Minas Gerais reflete a situação nacional, com 84,8% dos domicílios sendo moradias isoladas. Em 2010, último ano da pesquisa, a participação habitacional do estado era de 88,89%.

Embora a percentagem de habitação tenha diminuído, o número absoluto dessas famílias aumentou nos últimos 12 anos. Em 2010, esse número era de 5.358.704 e até 2022 esse número aumentará para 6.352.165, representando um aumento de quase 1 milhão de domicílios.

11 cidades de MG sem prédios residenciais

Além de ser o tipo residencial mais utilizado em todo o estado, 11 cidades mineiras têm preferência exclusiva casa e não possuem prédios residenciais nem outros tipos de domicílio. Confira abaixo quais são:

1.Serra da Saudade, na Região Centro-Oeste, com 833 habitantes
2. Senador José Bento, na Região Sul, com 2.068 habitantes
3. Queluzito, na Região Central, com 1.770 habitantes
4. José Gonçalves de Minas, na Região do Jequitinhonha/Mucuri, com 3.969 habitantes
5. Ipiaçu, na Região do Triângulo Mineiro, com 3.775 habitantes
6. Frei Gaspar, na Região do Jequitinhonha/Mucuri, com 5.640 habitantes
7. Fortaleza de Minas, na Região Sul, com 3.477 habitantes
8. Conceição da Barra de Minas, na Região Central, com 3.560 habitantes
9. Caranaíba, na Região Central, com 2.933 habitantes
10. Araçaí, na Região Central, com 2.181 habitantes
11. Alagoa, na Região Sul de Minas, com 2.749 habitantes

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios