AngloGold Ashanti investe R$ 3,6 milhões na recuperação do Bicame de Nova Lima

Publicado em

 

A mineradora AngloGold Ashanti, uma das maiores produtoras de ouro do mundo, está investindo R$ 3,6 milhões para a revitalizar o Bicame, estrutura centenária considerada símbolo de Nova Lima, importante cidade mineradora da Região Metropolitana de Belo Horizonte. É a primeira vez que o conjunto arquitetônico passa por uma manutenção tão expressiva, em seus 200 metros de extensão.

Localizado no Centro da cidade, Bicame contará em sua restauração com recurso proveniente da Lei Federal de Incentivo à Cultura. As obras contemplarão intervenções estruturais e estéticas no aqueduto e estão previstas para começar ainda neste ano, com estimativa de finalização no segundo semestre de 2024.

O Conselho Consultivo Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Nova Lima aprovou, no último dia 26 de setembro, o projeto da Appa Arte e Cultura elaborado em parceria com as empresas Engecop e Construpower, para restauração, ressignificação e preservação do Bicame.

A Appa Arte e Cultura é uma associação cultural de fins não econômicos ou lucrativos, com o objetivo de promover iniciativas culturais que contribuem para o desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional. Entre as intervenções previstas estão: remoção da pintura deteriorada; substituição ou recuperação de elementos metálicos e de madeira deteriorados; tratamento contra cupins, com aplicação de resina; substituição de cabos de aço e pintura geral.

Para reunir os dados necessários à elaboração do projeto foi realizada uma inspeção visual em cada ponto da estrutura para mapeamento dos danos e do estado de conservação. Também foi feito levantamento aéreo por drone e escaneamento da estrutura, possibilitando imagens de alta resolução. Os dados foram avaliados e reunidos em um memorial descritivo. Paralelamente aos trabalhos de campo, foi feito um estudo de documentação histórica e foram elaborados arquivos e levantamentos eletrônicos.

O patrimônio

Construído em 1890 pela Saint John Del Rey Mining Company, o Bicame foi utilizado por décadas para transportar água do córrego Rego Grande até a mina de ouro Morro Velho. As águas que percorriam o Bicame nascem na Serra do Curral, formando o Ribeirão dos Cristais e o Rego Grande. O Bicame foi planejado por George Chalmers, superintendente da Saint John Del Rey Mining Company à época, mineradora que veio se tornar a AngloGold Ashanti. O aqueduto foi construído com madeiras nobres: aroeira e peroba rosa.

Em 2002, a prefeitura fez um pleito popular e a população nova-limense elegeu o aqueduto como símbolo da cidade. Atualmente, a estrutura não tem mais a mesma funcionalidade, porém tornou-se um importante ponto de referência na paisagem urbana e para a população de Nova Lima. O Bicame, desde sua construção, faz parte do imaginário da cidade.

AngloGold Ashanti e a comunidade

A AngloGold Ashanti entende que a iniciativa de apoiar a revitalização do Bicame vai ao encontro dos valores da empresa em valorizar o patrimônio histórico das localidades que sediam suas operações. A mineradora afirma que pretende deixar um legado sociocultural para a população dessas regiões.

“Além de ter sido construído pela empresa, o Bicame é um cartão de visita de Nova Lima, um símbolo da cidade, uma referência para a população. Nada mais justo que ele seja revitalizado e entregue aos moradores para continuar guardando as raízes e as histórias do município”, afirma o gerente de Desenvolvimento Social da AngloGold Ashanti, Fernando Cláudio.

“A restauração e a revitalização do Bicame significam um enorme fomento à cadeia turística de Nova Lima e da região metropolitana de Belo Horizonte. Como morador de Nova Lima, agradeço a toda a equipe envolvida, incluindo a AngloGold Ashanti. Após o fim das obras, vamos entregar à população um patrimônio cultural totalmente restaurado, justificando ainda mais o título que ele recebeu dos próprios moradores: o de símbolo do município de Nova Lima”, complementa o presidente da APPA – Arte e Cultura, Xavier Vieira.

Além da reforma do Bicame, a AngloGold Ashanti promove outras ações de valorização do patrimônio histórico em Nova Lima. A empresa desenvolve na cidade o projeto Nova Vila, inciativa que visa transformar a antiga área industrial das minas Velha e Grande em um bairro voltado à valorização da cultura local e oferta de produtos, serviços e lazer para a população. As informações são do Ibram.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...