Vale pode operar em Conceição do Mato Dentro com Projeto Serra da Serpentina

Publicado em

O projeto é considerado um empreendimento de grande porte e irá abranger 11 municípios de Minas Gerais.

A mineradora Vale está desenvolvendo um novo projeto de minério de ferro na região norte/nordeste de Minas Gerais. O Projeto Serra da Serpentina será sediado no município de Conceição do Mato Dentro e irá envolver os seguintes municípios: Dom Joaquim, Morro do Pilar, Santo Antônio do Rio Abaixo, Carmésia, Itambé do Mato Dentro, Passabém, São Sebastião do Rio Preto, Santa Maria de Itabira, Antônio Dias e Nova Era. 

A operação terá capacidade produtiva anual de 47 milhões de toneladas de minério bruto, 26,5 milhões de toneladas de pellet feed base úmida e 23,9 milhões de toneladas de pellet feed base seca. O projeto irá contar com um mineroduto de aproximadamente 115 quilômetros, o qual sairá de Conceição do Mato Dentro até o pátio ferroviário do município de Nova Era. O mineroduto será utilizado na fase de bombeamento da polpa do minério e irá utilizar um grande volume de água (cerca de 33%).

image processing20221213 11986 ls9rvq
Mapa do Projeto Serra da Serpentina mostra as áreas de cavas e o percurso do mineroduto. Fonte: RIMA – Projeto Serra da Serpentina | Vale

De acordo com o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA), divulgado pela Vale, o projeto terá 39 anos de vida útil para exploração. Em relação ao controle ambiental, a Vale apresentou propostas como a criação de estações de tratamento de esgoto e efluentes e controle de emissões de partículas.

A instalação do projeto prevê a alteração da paisagem em uma área de 5,3 mil hectares, que corresponde a uma área de 5 mil campos de futebol. Os rejeitos provenientes da extração mineral (úmidos e secos) serão empilhados em uma área de 2,3 mil hectares. Além disso, o mineroduto irá captar um grande volume de água do Rio Santo Antônio e pode trazer sérios impactos à bacia do Rio Doce.

image processing20230130 11986 1d60yb5
O mapa mostra as áreas da Bacias do Rio Santo Antônio e do Rio Piracicaba que serão atravessadas pelo mineroduto. Fonte: RIMA – Projeto Serra da Serpentina | Vale
Como o município está lidando com o projeto?

As informações sobre o projeto foram divulgadas pela Vale. A prefeitura municipal e a câmara de vereadores foram procuradas pela reportagem do Cidades e Minerais, mas não se pronunciaram sobre o assunto até a publicação desta matéria. É importante ressaltar que os moradores da região, têm apresentado frequentes queixas em relação ao uso da água pela Anglo American, dona do maior mineroduto do mundo localizado em Conceição do Mato Dentro. Ao serem questionados sobre a possibilidade de operação da Vale, alguns moradores mostram insatisfação e medo dos impactos que podem ser causados pelo projeto. Por outro lado, parte da comunidade está otimista diante dessa possibilidade devido ao crescimento econômico que o projeto pode trazer para o município.

Apesar das discussões, o processo de aprovação e licença social para a instalação do projeto ainda não foi realizado. Em nota ao Cidades e Minerais, a Vale afirmou que foi protocolado o processo de licenciamento referente ao projeto.

“Com a oportunidade de escuta ampla e ativa, considerando todos os interlocutores da empresa, o projeto está sendo reavaliado para confirmar a captura de todas as oportunidades e a assertividade na avaliação dos impactos ambientais, e poderá ser revisado durante o processo de licenciamento para a obtenção da licença ambiental.”

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...