Conta de luz em 2024 deve ficar 10,4% mais cara

Publicado em

Mesmo com os reservatórios hidrelétricos cheios, os consumidores terão conta de luz mais altas no próximo ano. O aumento médio nacional está projetado em 6,58 por cento, mas o aumento real poderá atingir 10,41 por cento, dependendo das discussões jurídicas relativas aos créditos fiscais utilizados para mitigar os ajustamentos.

Isto supera as previsões de inflação de 4,53% este ano e 3,91% em 2024. A previsão foi feita pela Associação Brasileira dos Grandes Consumidores de Energia (Abrace).

Esses reajustes dependem das concessionárias que atendem cada região e dependem de fatores como a utilização de pontos. Em alguns estados, como Minas Gerais, já são totalmente utilizados. Portanto, a expectativa é que as mineradoras recebam um aumento de 15% da Cemig de qualquer forma.

Mesmo com reservatórios em alta, conta de luz terá reajuste

Os números chamam atenção porque os reservatórios das hidrelétricas atingiram o maior volume dos últimos 14 anos, desde 2009, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). No subsistema do Sudeste/Centro-Oeste, o principal do país, o percentual chegou a 64% no dia 30 de novembro. No subsistema Sul, está em 94%, enquanto no Nordeste, está em 53,89%, e no Norte, 48,88%.

Os reservatórios que estão com maior capacidade deverão gerar energia mais barata, uma vez que há menor necessidade de acionamento de usinas termelétricas, que são fontes de energia mais caras.

Especialistas dizem que o problema está no crescimento dos chamados “encargos sistêmicos”, como a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), cujos subsídios precisam ser repartidos por todos os consumidores.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...