Barragem de rejeitos da INB recebe 18 exigências de adequações

Publicado em

Após ampla investigação, a Agência Nacional de Mineração (ANM) divulgou recentemente o relatório conclusivo sobre os reservatórios de rejeitos nucleares de propriedade da Indústrias Nucleares do Brasil (INB) situados em Caldas (MG).

O relatório contém um total de 18 recomendações essenciais para as modificações e melhorias necessárias a serem feitas nas barragens da INB.

O documento divulgado pela ANM na quinta-feira (13), contempla o exame feito em visita realizada nos dias 20 e 21 de junho. O documento considera minuciosamente todos os fatores relevantes e constatações da fiscalização.

Inspeção ocorreu em duas barragens na INB

Durante a inspeção, a Equipe de Inspeção de Segurança de Barragens da ANM avaliou minuciosamente as Barragens de Rejeitos e a Barragem D4 quanto à conformidade de segurança e integridade estrutural.

Neste documento, são apresentadas a análise da documentação estrutural e considerações para inspeção visual, além dos requisitos para propostas a serem submetidas à INB nos respectivos prazos.

Além disso, o documento observa que ambos os edifícios foram classificados como emergência de nível 1 na data do parecer.

No caso das barragens de rejeitos, o enquadramento se deve ao descumprimento dos coeficientes mínimos de segurança para condições drenadas e não drenadas estabelecidos na Resolução ANM 95/2022.

No caso das barragens D4, a classificação é derivada do fator de segurança, classificação de risco, presença ou ausência de condições que possam comprometer a segurança da estrutura e margens livres incompatíveis com o projeto.

Então a ANM tem prazos de 30, 90, 120 e 180 dias, e até um ano, para fazer alguns registros e algumas correções na barragem.

A ANM também exigiu que a barragem, denominada Bacia Nestor Figueiredo, seja incluída no sistema de gestão integrada de barragens de mineração em até 30 dias após a assinatura do parecer em 10 de julho.

Conheça as 18 exigências de adequações propostas pela Agência Nacional de Mineração

Confira as exigências da ANM às barragens da INB:

Barragem de Rejeitos – BAR:

  • Executar investigações (campo e laboratório) que permitam confirmar a geometria e as características físicas e geotécnicas dos materiais do maciço e da fundação. Prazo – 180 dias.
  • Elaborar o projeto As Is, documento que demostra com a estrutura foi construída, para compor o Plano de Segurança de Barragem (PSB) da estrutura. Prazo – 365 dias.
  • Elaborar plano de treinamentos para compor o PSB da estrutura. Prazo – 60 dias.
  • Incluir registros de manutenção e treinamentos no PSB. Prazo – 60 dias.
  • Elaborar a Revisão Periódica de Segurança de Barragem (RPSB) que atenda aos requisitos regulatórios, por equipe que não seja a mesma que fez o último Relatório de Inspeção de Segurança Regular (RISR). Prazo – 180 dias.
  • Realizar Relatório de Conformidade e Operacionalidade da Barragem (RCO) e apresentar Declaração de Conformidade e Operacionalidade (DCO) do Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM). Prazo – 360 dias (até 30/06/2024).
  • Implantar Processo de Gestão de Risco para Barragem de Mineração (PGRBM), conforme requisitos normativos. Prazo – 180 dias.
  • Investigar a espessura do enrocamento deteriorado e relatar resultados no As Is. Prazo – 365 dias.
  • Incluir a avaliação da estabilidade do talude da ombreira direita na RISR do 2° ciclo de 2023. Prazo – 90 dias (até 30/09/2023).
  • Designar engenheiro de registro, conforme determinações da Resolução ANM n° 95/2022. Prazo – 120 dias.
  • Esclarecer se existe comunidade na zona de autossalvamento (ZAS), conforme Art. 54 da Resolução ANM n° 95/2022, e se necessário, retificar a informação cadastrada no SIGBM. Prazo – 30 dias.
  • Protocolar mapa de inundação no SIGBM em formato .kmz discriminando, em polígonos distintos, a zona de segurança secundária (ZSS) e a ZAS. Prazo – 30 dias.

Barragem D4:

  • Elaborar e disponibilizar o PSB da estrutura incluindo o PAEBM e toda a documentação exigida na Resolução ANM n° 95/2022. Prazo – 365 dias.
  • Implementar sistema de monitoramento de segurança de barragem conforme Art. 7° da Resolução ANM n° 95/2022. Prazo – 270 dias.
  • Designar engenheiro de registro, conforme determinações da Resolução ANM n° 95/2022. Prazo – 120 dias.
  • Projetar e implantar sistema de drenagem superficial eficiente para a crista e taludes da estrutura. Prazo – 180 dias.
  • Apresentar revisão do plano de ação para retirar a barragem de NE1 com a proposição de novas medidas a serem executadas até 30/09/2023. Prazo – 30 dias.

Bacia Nestor Figueiredo:

  • Cadastrar a estrutura no SIGBM. Prazo – 30 dias.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...