ANTT autoriza reconstrução da ferrovia Minas-Bahia

Publicado em

A estrada de ferro será reconstruída após 57 anos. A autorização foi feita pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e publicada no Diário Oficial da União (DOU), na última terça-feira (7).

A ferrovia Minas-Bahia terá início no município de Araçuaí-MG e término no município de Caravelas-BA, próximo ao Porto de Caravelas. De acordo com o Governo Federal, a decisão de exploração da ferrovia foi deliberada pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional. A empresa responsável pelo projeto, Multimodal Caravelas (MTC), terá um prazo de 30 dias para assinar o contrato de adesão com o Ministério de Infraestrutura Brasileira de Transportes, o qual prevê a construção e exploração da ferrovia por 98 anos.

A construção da ferrovia levará cerca de dois anos e os investimentos a serem aplicados estão estimados em R$12 bilhões. As principais cidades que podem ser impactadas e beneficiadas pela rodovia na Bahia são Teixeira de Freitas, Caravelas e Mucuri. Em Minas Gerais, as principais cidades são Araçuaí, Novo Cruzeiro, Teófilo Otoni, Carlos Chagas, Aimorés e Posto da Mata. Segundo o diretor da MTC, Fernando Cabral, os projetos de engenharia e licenciamento ambiental serão desenvolvidos após a assinatura do contrato de adesão.

A antiga estrada de ferro que ligava os estados de Minas Gerais e Bahia foi desativada no ano de 1966, devido à queda no lucro obtido pelo transporte de madeira e café. As maiores motivações para a reconstrução da ferrovia são a saturação do modal rodoviário e a possibilidade de diminuição nos custos no transporte de produtos.

 

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...