Nazareno prevê impactos com aporte de até R$ 1,4 bilhão da AMG para triplicar produção de lítio no município

Publicado em

 

A mineradora AMG anunciou recentemente que vai triplicar sua produção de lítio em Nazareno, município mineiro localizado no Campo das Vertentes. A companhia fará um investimento de até R$ 1,4 bilhão para transformar o espodumênio em carbonato de lítio, processo que traz valorização e novas perspectivas ao mercado do mineral estratégico que vem passando por sérias oscilações.

Desde 2018, o município tem buscado seu papel de protagonista na atividade minerária, realizando reuniões e audiências públicas com a participação da mineradora, do Ministério Público, com o apoio da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (Amig), entre outros órgãos.

“A prefeitura vem dialogando com a AMG a implantação deste projeto há muito tempo e sabe da sua importância para a economia e desenvolvimento da cidade. Esta parceria cria uma ambiência de negócio muito boa, mas é preciso deixar claro que todo investimento gera impacto. Para que a cidade absorva este investimento da forma mais branda possível, principalmente a população, alguns investimentos precisam ser feitos em infraestrutura e segurança”, destaca Waldir Salvador, consultor de Relações Econômicas e Institucionais da Amig.

A presidente da Associação de Coqueiros e Região, Daniela da Silva Pereira, destaca que a cidade deve refletir a riqueza que possui em seu subsolo e que a atividade minerária deve ser comprometida com a comunidade local: “Acreditando nisso, Nazareno construiu uma importante parceria com a AMG em prol do desenvolvimento social e econômico, com respeito ao meio ambiente, com o propósito de minimizar e compensar os impactos da atividade minerária. E é com grande expectativa que agradecemos à mineradora por, recentemente, ter assumido o compromisso junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) de recuperar o antigo prédio da Estação Ferroviária de Nazareno, tão importante para a história da nossa cidade”.

Infraestrutura em Nazareno

O prefeito de Nazareno, José Heitor, diz que não é de hoje que tem cobrado uma postura mais ativa do Governo de Minas, em relação ao município. O executivo estadual tem sido bastante ativo na promoção do projeto Vale do Lítio, no Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha.

“Nossa cidade tem sido destaque mundial por conter em seu subsolo minerais críticos e estratégicos como o lítio. O investimento bilionário para a exploração deste minério em nosso território precisa ser transformado em contrapartidas em infraestrutura e segurança para a população”.

José Heitor alerta, ainda, que o município tem cobrado retorno do governo estadual em relação a uma série de reivindicações. “Temos buscado apoio, inclusive por meio do Investe Minas, no sentido de viabilizar a pavimentação da rodovia estadual LMG 841 que liga Nazareno à Mercês de Água Limpa, via utilizada pela AMG para o escoamento do minério. A obra foi paralisada pelo Governo do Estado em 2011 e desde então não foram retomadas. Isso é um descaso”.

A prefeitura também tem pedido apoio do Estado para a complementação do anel rodoviário com o objetivo de transferir o trânsito de veículos pesados que percorrem a cidade para um local adequado e seguro. “O município executou a parte que nos é cabida, porém, precisamos do apoio do governo estadual para a conclusão. Desde 2018 temos enviado ofícios sem resposta. São vias de extrema importância econômica para Nazareno, mas, devido ao fluxo intenso de carretas, colocam a população em risco iminente”.

Além disso, o município tem reiterado, por diversas vezes, ao Governo do Estado a necessidade de fortalecer a segurança pública, por meio do aumento do efetivo policial, considerando a significativa imigração de mão de obra prevista para a construção da planta de lítio. “A solicitação tem sido feita desde 2022 e ainda estamos sem resposta”, reclama o prefeito.

Mão de obra na mineração do lítio

A prefeitura de Nazareno anunciou que está elaborando em parceria com a AMG o Plano de Ação Estratégico com o objetivo de reduzir os impactos negativos causados pela imigração de mão de obra por conta da mineração do lítio na cidade. O projeto inclui a capacitação e maior absorção de mão de obra local, além de outros mecanismos capazes de promover a adequada ocupação do território local, prevenindo a sobrecarga nos serviços públicos, especialmente na área da saúde e habitação.

“Fica mais uma vez evidente que Nazareno se destaca no cenário global da transição energética. Reforçamos que tal riqueza mineral deve ser refletida na cidade, por intermédio de uma mineração responsável que dialoga com o município e reconhece o seu compromisso para com a comunidade local, de modo a desenvolver ações contínuas em prol do desenvolvimento social com respeito ao meio ambiente. Além disso, o Governo do Estado também precisa se fazer presente e investir no município”, diz o prefeito.

O CidadeseMinerais.com.br tentou contatato com a assessoria de imprensa do Governo de Minas para solicitar um posicionamento sobre as reclamações do prefeito de Nazareno, mas ainda não obteve resposta. A reportagem será atualizada assim que houver manifestação.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...