Ministro de Minas e Energia sugere uso de ferrovias da Vale para tirar caminhões das rodovias

Publicado em

 

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD-MG), diz que é possível aproveitar as ferrovias da Vale para retirar as carretas que transportam minério pelas rodovias da região Central de Minas. Ele sugere a ampliação do uso do modal ferroviário como saída para diminuir o fluxo de caminhões e reduzir o número de acidentes.

As declarações foram dadas nesta segunda-feira (20), em entrevista concedida à Rádio Itatiaia. O problema se concentra em estradas usadas para escoar a produção de minério em cidades como Itabirito, Mariana e Congonhas, impactando a região até a altura de Conselheiro Lafaiete, nas BR-040 e 356, e afeta também rodovias estaduais, além da BR-381, na altura do Quadrilátero Ferrífero.

“Tenho dialogado com os presidentes da Vale e da MRS. É relativamente simples (retirar os caminhões das rodovias). Falta boa vontade, disposição e compreensão de que essas carretas, além de aumentarem o custo Brasil, porque estragam nossas estradas, aumentam, e muito, o volume de acidentes. Basta que haja uma compatibilização do compartilhamento das ferrovias já existentes — em especial, a ferrovia da Vale, Vitória-Minas, que se encontra com boa parte de sua capacidade ociosa”, disse o ministro.

A Vale, por meio de nota enviada ao CidadesMineradoras.com.br, informou que “está à disposição do poder público e demais entidades para buscar soluções que promovam mais segurança e bem-estar da população”. Porém, não confirmou se há conversas em andamento para viabilizar a ideia.

Sem Titulo 3 7
Foto: Reprodução/ MGTV – Acidentes com carretas de minério são comuns na BR-040

Ministro responde à mobilização de prefeitos

Apoiados pela Associação Mineira dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (Amig), prefeitos, parlamentares e lideranças políticas da região central iniciaram uma mobilização para a criação da Rodovia do Minério, como forma de desviar o trânsito das BRs-040 e 356 para vias já existentes em Itabirito. Saiba mais.

A proposta é, segundo a Amig, justamente uma maneira de os próprios municípios resolverem o problema, diante da inércia do Governo Federal e das mineradoras. Mas o ministro acredita que é possível contornar a situação de forma mais rápida. “Basta que haja algumas adaptações nos terminais (ferroviários) para que os demais mineradores, em especial do quadrilátero ferrífero, possam compartilhar as estruturas e, assim, diminuir o volume de carretas nas rodovias da Região Metropolitana, rodovias muito impactadas pelo alto tráfego das mineradoras”, disse.

Estima-se que só na BR-040 as carretas cheguem a transportar, de uma só vez, cerca de 40 toneladas. Ao todo, 1,3 mil caminhões circulam na rodovia, diariamente.

Atualizado às 19h13

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios