Grupo Cedro vai investir R$ 2 bilhões em construção de ferrovia em Minas

Publicado em

 

O grupo Cedro Mineração protocolou, junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), um projeto para construção de uma ferrovia de 30 quilômetros de extensão para transportar minério de ferro da região de Serra Azul sem passar pela BR-381. A nova linha ligará Itaúna, na região Centro-Oeste, e São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A companhia deverá investir cerca de R$ 2 bilhões na construção, segundo revelou o presidente do Conselho Administrativo da Cedro Participações, Lucas Kallas. O novo trecho ferroviário deverá desafogar várias estradas mineiras que sofrem com o transito pesado de caminhões carregados de minério.

“Vai ser uma ferrovia ao longo das mineradoras que produzem no complexo Serra Azul e ligando ao ramal principal que leva o minério para os portos. Estamos aguardando a outorga. Estamos falando em retirar da BR-381 de 2.500 a 3.000 carretas por dia, algo em torno de 20 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e trazer uma tranquilidade para a população”, explicou Kallas, em entrevista à Rádio Itatiaia.

A expectativa é que projeto apresente outras soluções de transportes de cargas. “Também estamos estudando um projeto de engenharia para interligar as operações através de correias transportadoras para os terminais de embarque próximos da região”, complementa.

Ferrovia do Grupo Cedro desafogará estradas

O executivo da Cedro lembra que as mineradoras estão empenhadas em se adaptar à agenda ESG e, portanto, em trazer soluções ambientais e sociais. Isso envolve, também, tirar caminhões que transportam minério das rodovias.

O presidente do Conselho Administrativo da empresa revelou que a “shortline Serra Azul” vai ser uma alternativa para atender a todas as mineradoras que produzem no complexo Serra Azul, ligando ao ramal principal que leva o minério para os portos.

“Estamos aguardando a outorga. Estamos falando em retirar da BR-381 de 2.500 a 3.000 carretas por dia, algo em torno de 20 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e trazer uma tranquilidade para a população. Também estamos estudando um projeto de engenharia para interligar as operações através de correias transportadoras para os terminais de embarque próximos da região”, concluiu.

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios