Chuvas no RS: barragem rompe parcialmente na Serra Gaúcha e obriga moradores a deixarem as casas

Publicado em

 

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), revelou nesta quinta-feira (2) que a barragem 14 de Julho, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, colapsou por consequência das fortes chuvas que atingem o estado desde o início da semana.

A informação também foi divulgada pelo prefeito de Bento Gonçalves, Diogo Segabinazzi Siqueira, por meio de um vídeo publicado em redes sociais. O prefeito convocou a população a sair o mais rápido possível de suas casas, já que o rio deve subir de 2 a 4 metros a partir do colapso da barragem.

“Recebemos agora a informação da Ceran, que controla as barragens, que a barragem de 14 de Julho acabou de colapsar. A informação que a gente precisa passar para todos os moradores que vivem às margens do Rio das Antas e Rio do Taquari, é sair o mais rápido possível desse local. A tendência é que isso suba em torno de 2 a 4 m. Essa é a tendência que aconteça nos próximos minutos e nas próximas horas nos municípios mais abaixo, lá no Taquari. Importante: Isso é uma informação oficial e a gente precisa informar o máximo de pessoas possível dentro da margem do Rio das Antas e do Rio Taquari.”

Por meio de nota, a Companhia Energética Rio das Antas (Ceran), responsável pela estrutura, confirmou o rompimento parcial do trecho direito da barragem da usina 14 de Julho, ocorrida às 13h40 desta quinta-feira. O problema foi identificado devido ao contínuo aumento da vazão do Rio das Antas e das fortes chuvas que atingem o estado, segundo a empresa, que informou, ainda, ter comunicado o fato à Defesa Civil para a tomada de ações adicionais.

“O Plano de Ação de Emergência foi colocado em prática no dia 1 de maio, às 13h50, em coordenação com as Defesas Civis da região, com acionamento de sirenes de evacuação da área, para que a população local pudesse ser retirada com antecedência e em segurança. As barragens de Monte Claro e Castro Alves encontram-se em estado de Atenção e seguem sendo monitoradas. (…) A Ceran segue em contato com as autoridades competentes e ressalta o cuidado com as pessoas. A empresa pede a todos que se informem através dos seus meios de comunicação oficiais”, diz a nota.

Mais barragem em risco

O último balanço da Defesa Civil aponta 13 mortes, 12 feridos e 21 desaparecidos em decorrência das chuvas no Rio Grande do Sul. Ao todo, 132 municípios foram afetados e 5.321 pessoas estão desalojadas.

Também nesta quinta-feira, a Defesa Civil divulgou um alerta de evacuação para moradores das imediações de uma barragem em Caxias do Sul. De acordo com o alerta, a estrutura de contenção de água estava a 15 cm de transbordar. Saiba mais.

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios