Corpo de Bombeiros abre concurso com salários de até R$ 11 mil em Minas Gerais

Publicado em

 

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMG) lançou o edital para abertura de 329 vagas destinadas a profissionais com formação superior. A iniciativa contempla uma variedade de posições, desde Soldado até Oficiais da Saúde, oferecendo não apenas salários atrativos, mas também “um ambiente de trabalho que valoriza o crescimento pessoal e profissional”.

Os salários para variam de R$ 5.097,11 a R$ 11.037,15, tornando o concurso uma excelente oportunidade para quem busca uma carreira estável e reconhecida.

Etapas de seleção

O processo seletivo para ingressar no Corpo de Bombeiros de MG é cuidadosamente estruturado para avaliar a competência e a aptidão dos candidatos para as responsabilidades do cargo. As etapas do processo seletivo incluem:

Prova Objetiva de Múltipla Escolha: Esta fase avalia o conhecimento teórico dos candidatos sobre temas relevantes ao cargo desejado.

Redação: Os candidatos são avaliados em habilidades de escrita e capacidade de expressar ideias de forma clara e coesa.

Prova Discursiva/Prática para Oficiais de Saúde: Esta etapa específica é destinada aos candidatos que concorrem aos cargos de Oficiais da Saúde, como médicos e dentistas. Pode incluir simulações práticas ou questões discursivas relacionadas à área de atuação.

Avaliação de Títulos: Os candidatos podem apresentar títulos acadêmicos e certificações que agreguem valor à sua pontuação final. Esta etapa é geralmente utilizada para valorizar a formação e experiência prévia dos candidatos.

Teste de Capacitação Física (TCF): Avalia a condição física dos candidatos, garantindo que possuam a aptidão necessária para desempenhar as funções exigidas pelo cargo.

Cada uma dessas etapas visa assegurar que os selecionados possuam não apenas os conhecimentos teóricos necessários, mas também as habilidades práticas e físicas essenciais para atuar de forma eficaz no Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Como participar do concurso do Corpo de Bombeiros de MG

Para aqueles interessados em ingressar no Corpo de Bombeiros de MG, é fundamental acompanhar o período de inscrições, que ocorre de 22 de julho a 23 de agosto.

As inscrições devem ser feitas através do site oficial do IDECAN, onde os candidatos podem escolher entre as diferentes funções oferecidas. As taxas de inscrição variam de R$ 101,00 a R$ 220,00, dependendo do cargo almejado.

É importante estar atento aos requisitos específicos de cada posição no concurso do Corpo de Bombeiros de MG e aos documentos necessários para a inscrição.

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios