Cooperação de Brasil e Chile na mineração será tema de eventos em BH e São Paulo

Publicado em

 

Maior parceiro comercial do Chile na América Latina e 4º principal mercado de destinos de exportações chilenas no mundo, o Brasil sediará o 1º Encontro Chile Brasil. O evento será realizado em São Paulo e Belo Horizonte, entre 27 de novembro e 1º de dezembro.

Promovido e organizado pelo ProChile, o encontro visa ser um espaço para fomentar as oportunidades de negócios que o Chile tem com seu principal parceiro comercial na América Latina no setor de alimentos, bebidas, investimentos, turismo e também soluções para a mineração. Entre as presenças confirmadas no evento está a do diretor-geral da ProChile, Ignacio Fernández.

Para se ter ideia do impacto das relações entre os dois países em suas economias, em 2022, o fluxo comercial total entre Chile e Brasil atingiu US$ 13.716 bilhões, o maior da história, com importações chilenas do Brasil de US$ 9.094 bilhões e exportações para este mercado de US$ 4.621 bilhões.

Mais de mil empresas chilenas exportam para o Brasil atualmente, sendo o segundo maior fornecedor do país, depois da Argentina, e o 6º no mundo, depois da China, Estados Unidos, Argentina, Holanda e Espanha. Em relação às importações de produtos brasileiros, os principais são derivados de petróleo, veículos (automóveis, caminhões, ônibus, tratores) e carnes bovina, de frango e suína.

Chile e Brasil na mineração

As relações comerciais entre Chile e Brasil seguem em franca expansão também na frente de bens e serviços para a mineração. Entre janeiro e setembro de 2023, as exportações chilenas de serviços para a mineração cresceram 50,2%, para US$ 4 milhões, segundo informações do ProChile – instituição do Ministério das Relações Exteriores do Chile.

O segmento de empresas chilenas que mais cresceram foram as de PMEs que atingiram US$ 2 milhões em exportações ao Brasil, alta de 41%; serviços de manutenção e reparação, com valor de US$ 1,8 milhão (45,6%); TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), com US$ 1,5 milhão (32,9%); administração, com vendas totais de US$ 6 milhões (70,2%) e engenharia, com alta de 157,4%, para US$ 2 milhões.

Quanto às vendas de bens para mineração, o destaque ficou por conta das grandes empresas, com as exportações das mercadorias somando US$ 125 milhões, alta 6,8%. Os produtos mais vendidos ao mercado brasileiro foram: químicos, com US$ 8 milhões (23,4%); plásticos, com alta 155,2%, para US$ 2 milhões; máquinas, equipamentos e peças mecânicas, com US$ 11 milhões (17,6%); produtos químicos e outros, com US$ 5 milhões (56,9%); ferramentas de metal, com US$ 2 milhões (7,1%) e papéis, folhas e filmes plásticos autoadesivos, com US$ 1 milhão (177,5%).

“Durante uma semana, o Brasil será epicentro de atividades como conferências de negócios, seminários técnicos, visitas a centros de distribuição e supermercados, além de importantes eventos para promover o Chile em termos de Negócios, Turismo e Investimentos. Teremos uma rodada de negócios (presencial), com encontros bilaterais entre compradores brasileiros e exportadores chilenos, a qual permitirá uma aproximação entre a oferta de exportação chilena e a demanda local, com foco em potencializar o comércio bilateral. Será uma oportunidade única de negócios que estes setores terão com o seu principal parceiro comercial na América Latina”, conta Hugo Corales, diretor de ProChile.

Agenda de negócios em BH

A agenda em Belo Horizonte, na capital mineira, acontecerá entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro, e terá como foco o desenvolvimento tecnológico e a inovação na mineração. A estratégia é replicar o posicionamento do Chile como parceiro comercial estável e fornecedor confiável de produtos e serviços também neste setor.

A delegação chilena será composta por oito empresas, que além de visitar locais e realizar visitas técnicas, farão uma rodada de negócios com importadores locais. A agenda também inclui um workshop sobre como fazer negócios em Belo Horizonte e, assim, facilitar seus respectivos processos de internacionalização.

“Queremos trazer e divulgar a oferta chilena, principalmente aquelas empresas inovadoras e altamente tecnológicas, com ampla experiência no mercado local, aqui no Brasil. De fato, esse encontro servirá como preâmbulo para a participação do Chile na Exposibram 2024, a feira mais importante para o setor que acontece aqui em Belo Horizonte”, disse Fernanda Franco, Representante Comercial da ProChile em Belo Horizonte. As informações são do Ibram.

Encontro Chile Brasil 2023: Soluções para a Mineração

Dia: 30 de novembro
Local: MinasCentro
Horário: das 13h às 18h
As inscrições deverão ser realizadas até o dia 27 de novembro, e as vagas são limitadas.
Inscrições pelo Sympla

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios