Reginaldo Calixto: Aprendendo com o concorrente

Publicado em

 

No atual mundo dos negócios, os concorrentes merecem uma atenção especial, seja pela pequena, média ou empresa de grande porte. Alguns empreendedores imaginam que a concorrência só atrapalha o seu negócio. Mesmo que isso não pareça acontecer, os concorrentes possibilitam que uma empresa se desenvolva e cresça. Alguns exemplos nos concorrentes que muitos desconhecem, e que ao identificá-lo e prestar atenção, principalmente, nos seus pontos fortes e fracos poderá aprender lições importantes.

Fazer uma análise detalhada dos pontos fortes de um concorrente e aplicar com determinação algo similar, ou melhor, pode abrir novas oportunidades. No entanto, melhorar o que já é aplicado é de fundamental importância, pois a simples cópia dificilmente funcionará, uma vez que todas as empresas são diferentes e possuem particularidades.

Sempre aprendemos com as virtudes dos concorrentes, inclusive com suas deficiências. Provavelmente conseguirá inovar, e dar novas forças para a vida da organização, observando os pontos fracos da concorrência. O mercado muda, as pessoas mudam seus comportamentos e o concorrente – por mais líder de mercado que seja – sempre terá uma deficiência. O empreendedor que conseguir perceber e oferecer um produto que atenda o cliente em todas as suas necessidades terá uma grande vantagem competitiva.

As disputas não ficam apenas entre empresas do mesmo ramo de negócio. Em um mundo globalizado, a quantidades de produtos e de opções para o consumidor tornou-se enorme, fazendo com que ele tenha que optar entre o que ira consumir primeiro. Como o consumidor tem um limite de gastos, ele é obrigado a definir prioridades. Comprar um celular mais moderno ou uma câmara digital? Fazer um plano de previdência privada ou adquirir um veículo mais novo? Se investir dinheiro em um bem, poderá faltar para outro. Nada mais racional, portanto, que as empresas se preocupem com gasto do consumidor de maneira global e que encarem como concorrente qualquer organização que tire dinheiro do bolso.

Finalmente, conhecer o concorrente e elaborar um ótimo plano de marketing do produto ou serviço de modo incentivar o seu consumo, contribuirá para reter e conquistar novos clientes em um concorrido e acirrado ambiente de negócios como nos dias de hoje.

1 6
Reginaldo Calixto
Administrador, empreendedor, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, foi Vice-Prefeito e Secretário de Desenvolvimento Econômico do município de Itabira.

Matérias Relacionadas

‘Biossólido Itabira’ irá transformar lodo da Estação de Tratamento de Esgoto Laboreaux em um insumo agrícola

O “Biossólido Itabira”, uma colaboração entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de...

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Festival Os Sons do Brasil’ chega em Ouro Preto e Mariana entre 20 a 22 de junho

Entre os dias 20 a 22 de junho, Ouro Preto e Mariana serão palcos...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Cidade das gemas: moradores de Teófilo Otoni vivem terror com guerra entre facções criminosas

Bandidos trocaram tiros com a Polícia na noite desta quinta-feira; PCC e Comando Vermelho vêm amedrontando moradores da cidade nas últimas semanas

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios